Ex-refém das Farc pode entregar provas de vida

São os ex-congressistas Gloria Polanco, Jorge Eduardo Gechem, Orlando Beltrán e do ex-governador Alan Jara

13 de janeiro de 2008 | 02h37

A ex-parlamentar Consuelo González de Perdomo pode entregar nas próximas horas provas de sobrevivência de quatro políticos e de membros da Polícia em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Em entrevista à rádio "RCN", a presidente da Associação Colombiana de Familiares de Membros da Força Pública Retidos pelos Grupos Guerrilheiros (Asfamipaz), Marleny Orjuela, disse que estava claro que "ela (Consuelo) vem a Bogotá a entregar as provas de sobrevivência". Segundo a porta-voz da Asfamipaz, as provas de vida são dos ex-congressistas Gloria Polanco, Jorge Eduardo Gechem, Orlando Beltrán e do ex-governador Alan Jara. Também serão reveladas provas de vida do "coronel (Luis) Mendieta, do major Murillo, do capitão Donato e do sargento Harvey Delgado", afirmou. Orjuela disse que González "conversou com os familiares dos oito seqüestrados e que quando ela chegar a Bogotá as famílias vão estar presentes" para receber os testemunhos de vida. A presidente da Asfamipaz disse não saber a data em que as libertadas González e a ex-candidata à Vice-Presidência colombiana Clara Rojas deixarão Caracas com destino a Bogotá. Após sua libertação, González disse que retornaria à Colômbia neste domingo, enquanto Clara Rojas manifestou que ainda não tinha definido por quanto tempo ficaria em Caracas. González e Clara Rojas foram libertadas na quinta-feira passada pelas Farc em uma zona selvática do departamento colombiano do Guaviare.

Tudo o que sabemos sobre:
FARCREFÉM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.