Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Exames em São Paulo confirmam linfoma em Lugo, diz ministro

Fontes próximas dizem que presidente não estenderá visita ao Brasil para fazer quimioterapia

Reuters

11 de agosto de 2010 | 13h17

SÃO PAULO - Exames realizados nesta quarta-feira, 11, pelo presidente do Paraguai, Fernando Lugo, em São Paulo confirmaram a existência do linfoma que já havia sido detectado anteriormente em testes realizados no Paraguai, disse um ministro de seu gabinete.

 

"Se confirma o que já se sabia. É um linfoma, certamente", disse a jornalistas o secretário-geral da Presidência do Paraguai, Miguel López Perito. Lugo foi informado pelos médicos sobre o resultado dos exames e reagiu "bem", de acordo com o ministro. "(Lugo) está com espírito muito bom", disse.

 

O presidente paraguaio chegou ao Brasil na tarde de terça-feira para realizar exames com o objetivo de obter uma "confirmação diagnóstica" dos testes realizados em seu país.

 

Lugo, de 59 anos, se submeteu na semana passada a uma cirurgia para a retirada de um gânglio na virilha, e uma biopsia realizada posteriormente indicou a existência de um linfoma maligno em estado inicial.

 

Mais cedo, o ministro das Comunicações do Paraguai, Augusto dos Santos, que acompanha o presidente na viagem, negou informações divulgadas por jornais paraguaios de que Lugo estenderia sua permanência no Brasil e que iniciaria tratamento com quimioterapia no país.

Tudo o que sabemos sobre:
ParaguaiLugo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.