EXCLUSIVO-Pesquisa aponta empate no referendo da Venezuela

Uma pesquisa revelou na terça-feira umempate técnico entre o "sim" e o "não" no referendo de domingosobre a reforma constitucional na Venezuela. De acordo com o respeitado instituto Datos, ambas as opçõestêm 50 por cento das intenções entre as pessoas que pretendemvotar (70 por cento do total). A margem de erro é de 2,2 porcento. "Tudo dependerá da abstenção, porque o posicionamento entre'sim' e 'não' parece que não vai mudar muito, são relativamenteestáveis", disse à Reuters o diretor-executivo da empresa,Joseph Saade. Outras pesquisas recentes também indicaram empate técnicono referendo. O voto é facultativo. Sobre o total do eleitorado (inclusive os que pretendem seabster), a pesquisa Datos mostra que 58 por cento são contra areforma, com a qual o presidente Hugo Chávez espera acabar comos limites à sua reeleição. Outros 42 por cento são favoráveisàs mudanças constitucionais, que incluem também uma redução najornada semanal de trabalho. "O problema para fazer projeções eleitorais é que não temosprecedente. É a primeira vez desde que Chávez está no poderque, diante de um evento eleitoral, nossos números não mostramuma vantagem para o governo", acrescentou Saade. O instituto ouviu 2.000 pessoas em todo o país de 28 deoutubro a 8 de novembro, e atualizou a amostra com mais milentrevistas entre os dias 19 e 22 de novembro. (Por Enrique Andrés Pretel)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.