Exército colombiano apreende 2,5 t de explosivos das Farc

Material seria utilizado na fabricação de, pelo menos, 5 mil minas, segundo fontes oficias

Efe,

30 de janeiro de 2010 | 04h09

Tropas do Exército colombiano apreenderam, no departamento de Antioquia, cerca de 2,5 toneladas de um poderoso explosivo que seria utilizado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para fabricar pelo menos 5 mil minas, informaram hoje fontes oficiais. O comandante da quarta Brigada do Exército, geral Alberto José Mejía Ferrero, afirmou a jornalistas que a carga do explosivo Anfo foi localizado em uma zona rural da localidade de San Francisco, leste de Antioquia. Ferrero disse que, com essa quantidade de explosivos, as Farc "poderiam fabricar artesanalmente um total de 5 mil minas", que seriam utilizadas contra o Exército, a Polícia e a população civil. Em outra operação, a Polícia confiscou na localidade de Argélia, também em Antioquia, 16 quilos do explosivo R-1, que posteriormente foram destruídos pelo Exército. Nenhum guerrilheiro foi preso durante as duas operações, segundo comunicaram as autoridades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.