Exército colombiano apresenta rebeldes detidos no resgate

'César' e 'Gafas' foram presos na operação para a libertação de Ingrid Betancourt e outros reféns das Farc

Efe,

03 de julho de 2008 | 20h23

O Exército colombiano apresentou à imprensa nesta quinta-feira, 3, os dois rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), entre eles o "comandante César", detidos na quarta na operação que libertou a franco-colombiana Ingrid Betancourt e mais 14 reféns.   Veja também: 'Ingrid tem algumas seqüelas, mas está muito bem', diz marido Reféns contam como era o dia-a-dia O drama de Ingrid Por dentro das Farc  Histórico dos conflitos armados na região    Cronologia do seqüestro de Ingrid Betancourt Leia tudo o que foi publicado sobre Ingrid   "César", como Gerardo Aguilar Ramírez é conhecido, e Alexander Farfán, cujo apelido é "Gafas", permaneceram em silêncio durante a apresentação, ao longo da qual ficaram lado e lado, entre agentes da Polícia Militar do Exército.   Nenhum dos dois integrantes das Farc aceitou responder às perguntas dos jornalistas. "César", considerado o líder carcereiro da guerrilha, apresentava hematomas pelo corpo e algumas escoriações em seu rosto.   O general Mario Montoya, que apresentou os detidos, também mostrou aos jornalistas algumas das correntes e cadeados usados para prender os reféns no cativeiro.  

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.