Exército colombiano frustra atentado das Farc contra oleoduto

Revolucionários pretendiam atacar o oleoduto Transandino e a infra-estrutura elétrica de Putumayo

EFE

03 de setembro de 2007 | 02h05

O Exército colombiano frustrou um ataque das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) contra o oleoduto Transandino e a infra-estrutura elétrica do departamento de Putumayo, fronteiriço com o Equador, ao apreender meia tonelada de um poderoso explosivo, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais. Em comunicado, a Brigada XXVII de Selva precisa que o explosivo foi localizado em uma área rural do casario de Orito, a 1260 quilômetros de Bogotá. Acrescenta que na operação "Átila" também foram confiscados cinco granadas de mão de fabricação equatoriana, uma granada lacrimogênea, três granadas de 60 milímetros, seis bombas com 10 quilos cada uma, duas granadas para fuzil e uma mina com 60 quilos de pólvora negra. As Farc têm forte presença nesta parte do país, onde constantemente entram em conflito com tropas do Exército colombiano. O oleoduto Transandino atravessa os Andes colombianos do departamento selvático de Putumayo, produtor de petróleo, no leste, ao porto de Tumaco, no mar Pacífico.

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarcatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.