Exército mexicano encontra vasto complexo para fabricar drogas sintéticas

O complexo foi localizado após inspeções aéreas e terrestres na zona serrana do município de Tamazula

EFE

08 de agosto de 2009 | 01h18

O Exército mexicano achou no estado de Durango (norte) um complexo de 240 hectares, com 22 instalações onde se fabricavam drogas sintéticas e se processava maconha, informou

Nesta sexta-feira a Secretaria da Defesa Nacional (Sedena).

 

O complexo foi localizado após inspeções aéreas e terrestres na zona serrana do município de Tamazula, acrescentou a Sedena em comunicado.

 

Detalhou que as instalações contam com dormitórios, cozinhas, casas de descanso, adegas para armazenagem e laboratórios, incluindo uma cabana de luxo para o "Chefe do Complexo", tudo em uma área de aproximadamente 240 hectares.

 

A Sedena enviou mais tarde um croqui no qual se detalham as instalações, nas quais há também uma enfermaria, uma lavanderia e vários módulos das fases do processo de fabricação de drogas.

 

Em Durango opera o cartaz do Sinaloa,cujo líder máximo é Joaquín "El Chapo" Guzmán.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.