Explosão atinge tribunal boliviano em Santa Cruz de la Sierra

A detonação ocorre em meio a um clima de tensão política na Bolívia

EFE,

16 de dezembro de 2007 | 03h24

Um explosivo foi detonado neste sábado, 15, em um dos andares da Corte de Justiça da cidade boliviana de Santa Cruz de la Sierra e causou danos materiais em uma de suas salas utilizadas para audiências, informou a imprensa local. O artefato foi detonado no sexto andar do tribunal, para onde foram várias unidades policiais e do Corpo de Bombeiros para investigar o ocorrido, segundo a estatal "Agência Boliviana de Informação" (ABI). O comandante da Polícia de Santa Cruz, o coronel Rolando Caballero, afirmou à "ABI" que a explosão aconteceu por volta das 12h05 (14h05 de Brasília). O policial informou também que ninguém ficou ferido na explosão porque o prédio tinha sido evacuado, e antecipou que nos próximos dias será divulgado um relatório definitivo sobre a investigação. Segundo o jornal local "El Deber", os bombeiros qualificaram a bomba como "de grande poder" e afirmaram que ela seria capaz de "destruir um veículo". A detonação ocorre em meio a um clima de tensão política na Bolívia, porque hoje os líderes políticos e cívicos de quatro regiões, entre eles os do departamento (estado) de Santa Cruz - cuja capital é Santa Cruz de la Sierra -, apresentaram seus estatutos autônomos, à margem do projeto constitucional promovido pelo presidente do país, Evo Morales.

Tudo o que sabemos sobre:
EXPLOSÃOBOLÍVIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.