Explosão em subestação de energia na Colômbia deixa 5 mortos

Acumulação de gás e uma faísca podem ter desencadeado detonação

Efe,

22 Setembro 2011 | 04h02

BOGOTÁ - Uma explosão acidental em uma subestação de uma empresa geradora de energia elétrica no departamento colombiano de Caldas deixou, pelo menos, cinco trabalhadores mortos e 15 feridos. Alguns deles seguem internados em estado grave no hospital San Marcos, em Chinchiná.

Óscar Roa, sargento dos Bombeiros de Chinchiná, povoado onde aconteceu o incidente, revelou aos jornalistas que os operários estavam realizando trabalhos de pintura em um enorme encanamento da subestação La Esmeralda da Central Hidrelétrica de Caldas (Chec), quando ocorreu a explosão. Os funcionários mortos eram de uma empresa terceirizada da hidrelétrica.

Aparentemente, a acumulação de gás e uma faísca desencadearam uma detonação que foi sentida e escutada a vários quilômetros da subestação.

O comandante da Polícia de Caldas, coronel Herman Alejandro Betancourt, assinalou que já foi iniciada uma investigação para esclarecer a origem da explosão.

Mais conteúdo sobre:
explosão estação energia Bogotá Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.