Explosões atingem refinaria de petróleo em Porto Rico

Ao menos três pessoas ficam feridas em explosão; bombeiros ainda não conseguem combater o fogo

Efe,

23 de outubro de 2009 | 08h07

Chamas são vistas a distância nos arredores de San Juan. Foto: Thais Llorca/Efe

SAN JUAN- Pelo menos três explosões atingiram uma refinaria de petróleo nos arredores de San Juan, capital de Porto Rico, na madrugada desta sexta-feira, 23. Ao menos três pessoas ficaram feridas.

Enormes labaredas podem ser vistas a grande distância. Os bombeiros ainda não puderam se aproximar da refinaria da Caribbean Petroleum Corporation (CAPECO), no bairro de Bayamón, para combater o fogo.

O superintendente da Polícia, José Figueroa Sancha, explicou que as explosões aconteceram em vários tanques da refinaria logo após a meia-noite e provocaram o pânico de centenas de moradores que residem nos arredores da refinaria situada em Bayamón.

Policiais locais de Bayamón e Guaynabo isolaram a zona, enquanto os bombeiros tentam chegar até o lugar do acidente para apagar o incêndio e confirmar se há vítimas dentro da refinaria.

Por precaução, as autoridades ordenaram o isolamento de várias residências nos arredores da refinaria. Várias equipes de bombeiros estão mobilizadas para poder intervir, mas o calor é tão intenso que ainda não puderam se aproximar o bastante.

O governador porto-riquenho, Luis Fortuño, ordenou que se ativasse o plano de emergência para acidentes graves.

A maioria das reservas de petróleo da Autoridade de Energia Elétrica (AEE) se armazena nos tanques da refinaria da CAPECO e tudo aponta a que os que explodiram se encontravam repletos de combustível.

Tudo o que sabemos sobre:
Porto RicoIncêndioRefinaria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.