FAB atendeu 2.055 vítimas em Hospital de Campanha no Haiti

Mais três aviões decolaram rumo ao país caribenho; porta-aviões italiano levou mais 74 brasileiros

Maíra Teixeira, da Central de Notícias, e Agência Estado,

28 de janeiro de 2010 | 22h53

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou comunicado na noite desta quinta-feira, 28, informando que 2.055 atendimentos foram realizados no Hospital de Campanha da Aeronáutica (HCAMP), em Porto Príncipe, capital do Haiti.

 

Veja também:

linkRepública Dominicana receberá cúpula mundial sobre Haiti

linkBill Clinton elogia papel brasileiro no Haiti

linkAmorim e Clinton pedem investimentos de empresários no Haiti

 

Hoje, mais três aeronaves da FAB decolaram rumo ao Haiti com mais 24,37 toneladas de carga. Até o momento, a FAB já transportou 432,35 toneladas de carga e 926 passageiros em apoio à Operação Haiti.

 

Também nesta manhã, setenta e quatro brasileiros, entre militares e civis, embarcaram no Porto do Mucuripe, em Fortaleza, no porta-aviões Cavour, da marinha italiana. Eles farão parte da operação conjunta Brasil/Itália de ajuda humanitária ao Haiti. Esta é a primeira vez que as marinhas dos dois países atuam em parceria.

 

O objetivo maior da missão será realizar atendimento médico no próprio navio, que servirá como hospital para os sobreviventes do terremoto que abalou o Haiti no dia 12. A previsão é que a embarcação chegue ao seu destino em 1º de fevereiro e permaneça por um mês ou mais atuando ao longo da costa haitiana.

Tudo o que sabemos sobre:
FABajuda humanitáriaHaiti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.