Farc dizem que renúncia de Uribe garantiria libertação de reféns

Um líder das Forças ArmadasRevolucionárias da Colômbia (Farc) garantiu que a renúncia dopresidente colombiano, Alvaro Uribe, e de todo seu governoasseguraria a libertação de 47 reféns que mantêm sequestrados,entre eles a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt e trêsnorte-americanos. A declaração de Raúl Reyes, um dos mais importantescomandantes das Farc, foi divulgada um dia depois de aguerrilha anunciar que libertará de maneira unilateral aspolíticas Consuelo González e Clara Rojas, além do filho deClara, Emmanuel, que nasceu no cativeiro. "A renúncia imediata de Uribe junto de todo seu governogarantiria a libertação com vida dos prisioneiros", disse Reyesem artigo publicado na quarta-feira pela agência Anncol. A Anncol é um sistema de divulgação das Farc, grupo rebeldemais antigo do hemisfério, formado por cerca de 17 milcombatentes. (Por Luis Jaime Acosta)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.