Farc entregam vereador sequestrado desde 2009

A guerrilha Farc entregou na quarta-feira a uma missão humanitária um vereador que passou 19 meses sequestrado na selva colombiana, o primeiro de cinco reféns que prometeu libertar unilateralmente como gesto de paz, informou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

REUTERS

09 de fevereiro de 2011 | 19h43

Marcos Baquero foi entregue em um ponto não revelado da selva colombiana a uma missão chefiada pela ex-senadora Piedad Córdoba, usando helicópteros militares e tripulantes cedidos pelo Brasil.

O CICV afirmou que o político está sendo levado a Villavicencio, 70 quilômetros a sudeste de Bogotá.

Desde 2008, o grupo Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, considerado terrorista pelos Estados Unidos e União Europeia, vem gradualmente libertando vários reféns.

Segundo analistas, essa estratégia se destinaria a chamar a atenção para a guerrilha e limpar sua imagem perante a comunidade internacional.

Para os próximos dias está prevista a entrega de outro político e de três integrantes das Forças Armadas, apesar de a guerrilha ter afirmado em 2010 que não faria mais libertações unilaterais e que os prisioneiros em seu poder só seriam entregues com um acordo humanitário que libertasse centenas de guerrilheiros presos.

Mais recentemente, a ex-senadora Piedad disse que até meados do ano todos os demais reféns da guerrilha devem ser soltos.

(Por Luis Jaime Acosta)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAFARCLIBERA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.