Farc ficaram perto de libertar Ingrid Betancourt, diz Venezuela

As Forças Armadas Revolucionárias daColômbia (Farc) estiveram várias vezes a ponto de libertar aex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt, dissena segunda-feira o ministro venezuelano do Interior, RamónRodríguez Chacín. Chacín foi responsável por parte do governo do presidenteHugo Chávez na libertação neste ano de seis reféns que estavamnas mãos do maior grupo rebelde colombiano. "Estivemos a ponto, várias vezes, de que nos entregassemIngrid Betancourt", disse o ministro em entrevista coletiva aoresponder à Colômbia sobre seus contatos com as Farc. O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, cobrou às Farc nasexta-feira a libertação unilateral e imediata de Betancourt,que está gravemente doente e sob poder dos guerrilheiros háseis anos.As Farc entregaram na semana passada quatro ex-deputados a umamissão humanitária liderada pela Venezuela. (Por Ana Isabel Martínez)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.