Farc libertam ex-governador da Colômbia, diz Cruz Vermelha

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) libertaram na terça-feira na selva da Colômbia o ex-governador Alan Jara, sequestrado durante mais de sete anos, como parte de uma decisão unilateral da guerrilha, informou a Cruz Vermelha Internacional. O político, de 51 anos, fazia parte de um grupo de reféns que as Farc tentam trocar por 500 rebeldes presos. Jara foi entregue num lugar da selva no sul do país a uma missão humanitária liderada pela senadora Piedad Córdoba e que contou com o apoio logístico do Brasil, depois que foi superado um inconveniente que surgiu no domingo com a libertação de quatro efetivos das Forças Armadas. A missão denunciou sobrevôos de aeronaves militares na região onde aconteceu a libertação dos três policiais e um soldado e, embora o governo tenha admitido a presença de seus aviões, negou que se tratava de uma operação hostil. Com a libertação unilateral, as Farc buscam ganhar espaço político e imagem internacional após os golpes recebidos com as mortes de importantes líderes, o resgate de Ingrid Betancourt e a deserção de milhares de combatentes, segundo analistas. (Reportagem de José Miguel Gómez)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.