Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Farc mantiveram Betancourt acorrentada a árvore

A guerrilha Forças ArmadasRevolucionárias da Colômbia (Farc) acorrentaram a refém IngridBetancourt a uma árvore e obrigaram-na a ficar sem as botascomo forma de puni-la por ter tentado fugir do cativeiro,afirmou nesta semana uma pessoa que esteve presa junto dela. Depois de passar seis anos nas mãos dos rebeldes,Betancourt, uma política franco-colombiana, encontra-segravemente doente, sofrendo de hepatite e de outros males dofígado sem ter acesso a remédios suficientes para se curar,disse Luis Eladio Pérez, um ex-advogado libertado naquarta-feira com outros três reféns. Detalhes sobre o estado debilitado de Betancourt surgiramapós o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ter conseguidoconvencer as Farc a libertar quatro pessoas na segunda operaçãodo tipo realizada pela guerrilha neste ano. Segundo Pérez, Betancourt sugeriu-lhe, dois anos atrás, queescapassem para dentro da floresta. Mas depois de passaremcinco dias atravessando rios, combatendo a umidade, comendopeixe cru e fugindo dos rebeldes, os dois desistiram e acabaramse rendendo. Foram punidos pelos guerrilheiros. "Eu estava fraco e não consegui resistir. Decidimos nosentregar e logo começamos a ser punidos. Ficamos acorrentados aárvores 24 horas por dia. Eles levaram nossas botas", afirmouPérez à rádio colombiana Caracol. "Para as Farc, Ingrid é a jóia da coroa desse infameprocesso", afirmou ele na entrevista. Cartas escritas por três reféns norte-americanos para opresidente dos EUA, George W. Bush, para os políticos queconcorrem à Presidência norte-americana e para os familiaresdos reféns, nas quais pediam que não fossem abandonados naselva, foram confiscadas quando os rebeldes as descobriram nocorpo de Pérez. Marc Gonsalvez, Thomas Howes e Keith Stansell, quetrabalhavam para o Departamento de Defesa dos EUA, foramcapturados em fevereiro de 2003 após o avião deles ter caído namata em meio a uma missão de combate ao narcotráfico. Segundo Pérez, os reféns dos EUA temem ser abandonadosdepois de uma corte norte-americana ter condenado um comandanterebelde a 50 anos de prisão. As Farc disseram que o comandantee um outro guerrilheiro mantido presos nos EUA precisavam sertrocados pelos três norte-americanos. "Eles estão muito abatidos. Eles acreditam que vão ter omesmo destino dentro da selva colombiana", afirmou. Betancourt e os três norte-americanos encontram-se entre os40 reféns importantes que as Farc desejam trocar por rebeldespresos. O processo de negociação com o governo da Colômbia,porém, está paralisado neste momento. A libertação de Betancourt, sequestrada enquanto faziacampanha para a Presidência colombiana, transformou-se em umaprioridade para o presidente da França, Nicolas Sarkozy, que,na quinta-feira, disse estar disposto a viajar pessoalmente atéa Colômbia para garantir que a refém seja entregue. Imagens de um vídeo gravado pelos rebeldes no ano passadomostram Betancourt magra e debilitada no cativeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.