Farc matam cinco pessoas e sequestram mais de 200

Pessoas suspeitas de pertencerem àsForças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) mataram cincopessoas e sequestraram mais de 200 numa região de selva próximaà fronteira colombiana com o Panamá, disse uma autoridade naquarta-feira. O massacre e o sequestro maciço, atribuídos às Farc,aconteceram próximos ao povoado de Riosucio, no departamento deChocó, disse à Reuters a autoridade municipal Darío Blandón. "Há cinco mortos e mais de 200 pessoas sequestradas", disseele. A informação não pôde ser confirmado junto à polícia ou afontes militares.Uma comissão humanitária com integrantes da Cruz Vermelha,Igreja e funcionário governamentais irá na sexta-feira para aregião do massacre, localizada a cinco horas de lancha deRiosucio pelo rio Atrato. A área foi ocupada por anos por paramilitares de extremadireita que conseguiram expulsar a guerrilha da região, mas sedesmobilizaram e entregaram as armas depois de uma negociaçãode paz com o presidente colombiano Alvaro Uribe. Nessa mesma região, as Farc mataram 10 camponeses esequestraram outros 170 em julho de 2006. Horas depois osreféns, acusados pelas Farc de ligação com os paramilitares,foram soltos. O departamento de Chocó é um dos mais violentos e pobres daColômbia. (Por Luis Jaime Acosta)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.