Fidel Castro reaparece em público pela quarta vez em oito dias

O ex-presidente cubano Fidel Castro visitou nesta quinta-feira o Aquário Nacional de Cuba e até assistiu a um espetáculo de golfinhos, disse um funcionário do local, na quarta aparição do líder em oito dias desde que ficou doente em 2006.

REUTERS

15 de julho de 2010 | 21h34

Fidel, de 83 anos, não aparecia em público há quatro anos, quando várias cirurgias por uma doença intestinal o colocaram perto da morte e foi substituído na Presidência por seu irmão menor Raúl em 2008.

"Fidel interagiu com os funcionários do Aquário Nacional, com o público que também estava aqui, desfrutou do espetáculo subaquático com golfinhos ... foi excelente, a melhor surpresa do dia", disse por telefone à Reuters Francisco Franquiz, vice-diretor de comunicação do aquário.

As recentes aparições de Fidel acontecem em meio a um histórico acordo entre o governo de Raúl Castro e a Igreja Católica na ilha para a libertação antes de outubro de 52 dissidentes de um grupo de 75 que havia sido preso em 2003 e condenado a penas de entre 6 e 28 anos.

Na última semana, blogs oficiais e meios locais informaram sobre visitas de Fidel ao Centro Nacional de Investigações Científicas e ao Centro da Economia Mundial, onde conversou e tirou fotos com funcionários.

Na segunda-feira, ele apareceu na televisão estatal cubana durante uma entrevista aparentemente gravada na qual advertiu sobre o "risco iminente" de uma guerra nuclear no Oriente Médio.

(Reportagem de Rosa Tania Valdés)

Tudo o que sabemos sobre:
CUBAFIDELREAPARECE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.