Filha do líder cubano Raúl Castro deve visitar EUA

A filha do presidente cubano, Raúl Castro, tem prevista uma visita à Califórnia na próxima semana para falar em uma conferência de especialistas sobre a América Latina durante uma rara viagem de um integrante da família governante de Cuba aos Estados Unidos.

REUTERS

16 Maio 2012 | 21h12

A sexóloga Mariela Castro, de 50 anos, vai discutir as políticas de Cuba sobre questões sexuais em 24 de maio na conferência Latin American Studies Association (Lasa) em San Francisco, disse um porta-voz da associação nesta quarta-feira.

Mariela Castro lidera o Centro Nacional de Educação Sexual na ilha comunista e é uma defensora dos direitos gays.

Raúl, de 80 anos, assumiu há quatro anos a Presidência, antes liderada por seu irmão mais velho, Fidel Castro, que governou a ilha por 49 anos após tomar o poder na revolução de 1959.

Um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA em Washington se recusou a confirmar se Mariela Castro tinha conseguido um visto para visitar o país, inimigo ideológico de Cuba por mais de meio século.

O porta-voz da Lasa, um grupo internacional com sede na Universidade de Pittsburgh para pessoas que estudam a América Latina, disse que ela foi registrada para participar da conferência, tem um discurso previsto e, provavelmente, tem um visto.

Em Washington, o senador Robert Menendez, um exilado cubano anti-Castro, disse em um comunicado que estava "desapontado" com a decisão de dar a Mariela Castro um visto e questionou se o governo tem autoridade para fazê-lo.

(Reportagem de Jeff Franks)

Mais conteúdo sobre:
CUBA FILHACASTRO EUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.