Forte apagão atinge grande parte da Venezuela

Um problema em uma linha de transmissãode alta tensão provocou na terça-feira um apagão em grandeparte da Venezuela, incluindo a área metropolitana de Caracas,sem incidentes de gravidade na maior falha elétrica ocorrida nopaís em anos. O apagão aconteceu às 16h15 no horário local (17h15 emBrasília) e afetou à capital e a 12 dos 23 Estados do país,informaram as autoridades. "A linha que falhou já está recuperada totalmente", disse opresidente da estatal Corporação Elétrica Nacional, HipólitoIzquierdo, que afirmou à noite que estava restabelecido oserviço em Caracas e em 85 por cento das zonas afetadas. Às 21hs, no horário local, o canal estatal VTV reportou queo serviço já tinha sido restabelecido em todo o país. Uma fonte da estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA)assegurou que as atividades da indústria não foram afetadas,apesar do impacto em vários Estados em que opera, como Zulia eFalcón. "Tudo está em perfeita normalidade, estão fazendo asanálises e avaliações normais nesses casos", disse a fonte. Izquierdo havia destacado que Zulia foi um dos maisgolpeados pelo problema. O Ministério da Energia disse que o incidente aconteceu porum incêndio florestal no Estado central de Guárico, o quederrubou o sistema de transmissão principal do país, afetandosubestações de outros Estados. No entanto, o ministro do Interior, Ramón Rodríguez,afirmou que o apagão se deveu a uma falha na maior centralhidroelétrica do país, Guri. O diretor de Proteção Civil, Luis Curvelo, pediu àpopulação que mantivesse a calma, já que o apagão provocou asuspensão do sistema de metrô da capital. Pela noite, o metrô de Caracas funcionava normalmente,segundo a mídia local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.