Forte terremoto atinge o leste do Caribe

Tremor de terra causa danos em edifícios e assusta população; apesar do susto, não são registradas mortes

Associated Press,

29 de novembro de 2007 | 20h04

Um forte terremoto atingiu o leste do Caribe nesta quinta-feira, 29, fazendo com que a população de várias ilhas fugissem para as ruas. Não havia, até o fim da noite, informações de mortos.   Tremor provoca abalo sísmico em Manaus   O tremor, de magnitude 7,4, teve o epicentro 42 quilômetros a sudoeste de Roseau, capital de Dominica, onde a terra tremeu por pelo menos 20 segundos. O terremoto pôde ser sentido a milhares de quilômetros, em Porto Rico, Venezuela e Suriname.   Informações de uma rádio em Martinica afirma que o tremor causou danos à ilha e fez com que a população fosse evacuada dos prédios em que se encontravam. "Minha casa chacoalhou tanto que pensei que ia cair", disse uma ouvinte, que se identificou como Fannie, à emissora. "A porta, as janelas, tudo tremeu."   Na ilha Martinica, policiais e bombeiros respondiam a centenas de pedidos de socorro. De acordo com o governo, algumas pessoas estavam feridas.   O tremor ocorreu a 145 quilômetros de profundidade. "Não espero maiores danos, pois o terremoto foi muito profundo", disse Don Blakeman, geofísico do Centro Nacional de Informação de Terremotos em Golden, Colorado (Estados Unidos).   O Centro de Alarme de Tsunami do Pacífico, no Havaí, afirmou que o tremor ocorreu em uma profundidade muito grande para gerar um tsunami destrutivo.   Em Trinidad e Tobago, o abalo sísmico fez com que trabalhadores abandonassem apressadamente seus escritórios para se refugiar nas ruas de sua capital, Port of Spain.   Em Antigua, moradores disseram que o tremor durou ao menos 30 segundos. "Nunca senti nada parecido", disse Jessie Kentish, que vive na capital, St. John. "Durou muito tempo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.