Fortes tremores atingem sul do Peru e Terra do Fogo

Terremoto de magnitude 4,1 na escala Richter atingiu região peruana de Tacna, na fronteira com Chile; outro abalo de 5,6 foi sentido na Ilha de Páscoa

EFE

24 de abril de 2010 | 08h26

Um terremoto de magnitude 4,1 na escala Richter atingiu a região peruana de Tacna (sul), na fronteira com o Chile, na noite desta sexta-feira, 23, mas até o momento não foram registrados danos materiais, pessoas feridas ou mortas, informou o Instituto Geofísico do Peru (IGP).

 

O abalo, que aconteceu às 20h17 pelo horário local (22h17 em Brasília) teve epicentro a 52 quilômetros a sudoeste da cidade de Tacna, muito perto da fronteira com o Chile, com profundidade de 32km.

 

Foi o segundo terremoto de magnitude superior a 4 graus na escala Richter nesta sexta-feira na região de Tacna, após o abalo de magnitude 4,2 às 5h14 pelo horário local (7h14 em Brasília).

 

Tacna é uma das regiões peruanas com maior intensidade de abalos sísmicos, por estar na costa do oceano Pacífico junto às placas tectônicas que produzem os sismos no denominado Cinto de Fogo.

 

O ministério da Educação do país organizou na quinta-feira uma simulação de terremoto em nível nacional que mobilizou cerca de oito milhões de estudantes de todos os colégios do Peru.

 

O último grande terremoto que sacudiu o território peruano aconteceu em agosto de 2007 na cidade sulina de Pisco,na região de Ica, teve magnitude de 7,9 na escala Richter e se causou cerca de 500 mortes.

 

CHILE

 

Um outro terremoto de magnitude 5,6 na escala Richter atingiu também nesta sexta-feira uma região a sudeste da Ilha de Páscoa, território chileno, informou o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS).

 

O instituto informou em comunicado que o abalo aconteceu às 19h23, pelo horário de Brasília, e teve profundidade de 10km.

Tudo o que sabemos sobre:
PeruTerra do FogoterremotosChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.