França destaca avião para aguardar libertação de Betancourt

A França enviou um avião à GuianaFrancesa que ficará preparado para levar a refémfranco-colombiana Ingrid Betancourt no caso de haver um acordoentre o governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionáriasda Colômbia (Farc) para a libertação dela, disse o gabinete dopresidente francês Nicolas Sarkozy no domingo. "O avião está levando equipamentos médicos", disse umporta-voz. O avião executivo Falcon 900, que geralmente acompanhaSarkozy em viagens internacionais, pousou num campoaeroportuário próximo a Cayenne, capital da Guiana Francesa, nosábado e está "pré-posicionado" em alerta, informou o gabinete. O porta-voz disse que o avião ficará estacionado atésegunda-feira quando será substituído por outro aviãototalmente equipado com aparelhos médicos. A Colômbia disse no sábado que a França estaria disposta areceber ex-guerrilheiros das Farc como parte de um possívelacordo para libertar uma série de reféns mantidos pelaguerrilha, incluindo Betancourt. A proposta é parte de um pacote de ofertas feitas pelopresidente colombiano, Alvaro Uribe, para as Farc, num esforçopara levar os rebeldes a libertarem os reféns sequestrados,mantidos há até 10 anos em acampamento secretos na selva. Nesta semana, Uribe fez um apelo para que os combatentesdas Farc aceitem suas ofertas de recompensas em dinheiro esentenças de prisão reduzidas para abandonar as fileirasrebeldes e entregar os reféns. França, Espanha e Suíça realizam esforços para chegar a umacordo para a troca de combatentes das Farc por reféns mantidospela guerrilha. As pressões neste sentido aumentaram depois derelatos indicando que a ex-candidata presidencial Betancourtestá gravemente doente após seis anos no cativeiro. (Reportagem de Gerard Bon)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.