Furacão Gustav chega à categoria 2 sobre as ilhas Cayman

Tormenta alcançará a costa ocidental de Cuba neste sábado como um ciclone de forte intensidade

EFE

30 de agosto de 2008 | 04h24

O furacão "Gustav" chegou na madrugada deste sábado à categoria 2 na escala de cinco Saffir-Simpson, com ventos de 155 km/h e seqüências ainda mais fortes sobre as ilhas Cayman, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami, em seu boletim das 3h10 (de Brasília). O "Gustav", que chegará nas próximas horas a Cuba, forçou o fechamento de aeroportos nas ilhas Cayman, onde o Comitê Nacional de Furacões, que não informou as existência de vítimas, recomendou que a população não deixe suas casas. O furacão, cuja força cresce à medida que se aproxima de Cuba, segundo o NHC, alcançará a parte ocidental da ilha neste sábado como um ciclone de forte intensidade. O "Gustav" se desloca rumo ao noroeste a 19 km/h e mantém sua trajetória em direção ao oeste de Cuba e às plataformas petrolíferas do Golfo do México, antes de chegar à Louisiana (EUA) na terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
FuracãoGustav

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.