Furacão Ike aumenta intensidade para categoria quatro

É o terceiro ciclone de grande categoria que se forma na atual temporada, após o Bertha e o Gustav

Efe,

04 de setembro de 2008 | 01h39

O furacão Ike aumentou nesta quinta-feira, 4, sua intensidade e se transformou em um poderoso ciclone de categoria quatro na escala de intensidade Saffir-Simpson de até cinco, com ventos máximos sustentados de 185 km/h. O Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos, com sede em Miami, informou que o Ike, que se encontra na metade do Atlântico, é o terceiro furacão de grande categoria que se forma na atual temporada, após o Bertha e o Gustav. O NHC indicou que o Ike é um furacão "extremamente perigoso" com ventos de 215 km/h. À meia-noite (de Brasília), o olho do Ike cerca de 1980 quilômetros ao nordeste das ilhas de Sotavento. O ciclone se movimenta em direção ao noroeste a 28 km/h, e espera-se que siga esta trajetória com um giro para o oeste na quinta-feira ou sexta-feira. O Ike seguirá sobre mar aberto do Atlântico nos próximos dias e, de acordo com o NHC, ainda é muito cedo para determinar quais regiões terrestres serão afetadas.

Tudo o que sabemos sobre:
furacão Ike

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.