Furacão Odile atinge região mexicana da Baixa Califórnia

O furacão Odile atingiu o popular balneário turístico mexicano da Baixa Califórnia nesta segunda-feira, arrancando árvores, derrubando linhas de energia e forçando milhares de turistas a se refugiar em abrigos de emergência.

GERARDO ESQUERRE, REUTERS

15 de setembro de 2014 | 15h13

Ventos de até 160 quilômetros por hora danificaram abrigos, em uma das tempestades mais fortes a atingir os resorts de luxo de Los Cabos, na costa noroeste do México, deixando luxuosos hotéis totalmente alagados.

Odile caiu da categoria quatro para a categoria dois desde domingo, mas o Centro Nacional de Furacões disse que ainda pode causar enchentes perigosas e deslizamentos de terra na costa noroeste do México durante os próximos dois dias.

"O local está totalmente devastado, San José del Cabo, janelas estão destruídas, árvores e postes estão derrubados", disse Mauricio Balderrama, gerente do Cabo Surf Hotel and Spa. Todos os hóspedes do hotel estão bem, acrescentou.

Turistas em abrigos ou se escondendo nas banheiras de seus quartos publicaram fotos em redes sociais.

Ao menos 26.000 turistas estrangeiros e 4.000 mexicanos estão na região, de acordo com autoridades locais. Equipes de emergências e militares retiraram milhares de pessoas de áreas sob risco de alagamentos.

Alguns especialistas disseram que Odile é o furacão mais forte a atingir a península da Baixa Califórnia desde o início dos registros de dados de satélite.

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

REUTERS PF PB

Mais conteúdo sobre:
MEXICOFURACAOODILE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.