Furacão Rick atinge a categoria mais alta no Pacífico

Segundo o Centro de Furacões dos EUA, Rick está se distanciando da costa oeste do México

AE-AP,

18 de outubro de 2009 | 09h41

O furacão Rick, que paira sobre o Oceano Pacífico, ganhou força e subiu para a categoria 5 durante a noite de sábado e a madrugada de domingo, 18, mas está se distanciando da costa oeste do México, segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês).

 

A categoria 5 é a mais alta da escala Saffir-Simpson, utilizada para medir a intensidade dos furacões, e se aplica a ciclones tropicais que apresentem ventos máximos com velocidade superior a 249 quilômetros por hora. Às 7h (de Brasília) deste domingo, os ventos máximos do Rick chegavam a 285 quilômetros por hora.

 

O centro do Rick estava a 890 quilômetros ao sul-sudeste do Cabo San Lucas, no México, e se movia em direção oés-noroeste a uma velocidade de aproximadamente 22 quilômetros por hora. Segundo o NHC, o furacão continuará "extremamente perigoso" por até dois dias e pode passar a seguir a direção noroeste nas próximas 48 horas. As informações são da Associated Press e do NHC.

Tudo o que sabemos sobre:
furacãoRickPacíficoMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.