García deve nomear líder do Congresso primeiro-ministro do Peru

O presidente do Peru, Alan García, espera nomear o presidente do Congresso, Javier Velásquez, como primeiro-ministro, uma mudança após os piores protestos enfrentados pelo mandatário, disseram na sexta-feira uma rádio local e uma fonte próxima ao governo.

REUTERS

10 de julho de 2009 | 18h58

A rádio local RPP informou que, segundo "fontes governamentais", Velásquez havia aceitado o cargo. Outra fonte próxima do governo confirmou à Reuters essa informação.

O novo primeiro-ministro, um legislador do partido governista Apra, substituirá Yehude Simon -- esquerdista que levará como passivo os protestos que deixaram 34 policiais e índios mortos em junho.

García tem o dilema de escolher seu novo primeiro-ministro, entre os quadros de seu partido ou de um partido independente, com menos resistência da oposição, para acalmar os protestos.

O primeiro-ministro conformará e liderará um gabinete de 16 ministros no governo de García, que resiste a pedidos de mudança de sua política econômica pró-mercado enquanto crescem as queixas de sindicatos, grupos indígenas e organizações de esquerda por mais atenção à política social.

(Reportagem de Marco Aquino)

Tudo o que sabemos sobre:
PERUPREMIEDEVENOMEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.