García mantém primeiro-ministro peruano no cargo

O primeiro-ministro do Peru, Jorge delCastillo, disse nesta terça-feira que o presidente Alan Garcíaratificou sua permanência no cargo, apesar das críticas daoposição surgidas após o premiê ter assegurado que aadministração dará prioridade à ajuda social para as áreas queapoiaram o partido governante. Del Castillo, que havia anunciado mais cedo que colocariaseu cargo à disposição, disse que o presidente anunciarámudanças no gabinete ministerial na quarta-feira. "O senhor presidente da República confirmou que eu sigacomo presidente do Conselho de Ministros", disse Del Castilloapós reunião com García no Palácio do Governo. O primeiro-ministro, que pertence ao partido do governo,ocupa seu cargo atual desde que García assumiu a presidência emjulho de 2006 e é considerado o mais próximo colaborador dopresidente. "Amanhã (quarta-feira) vamos conhecer quais são osministérios que vão ter alguma mudança", acrescentou. No Peru, os ministros costumam colocar seus cargos àdisposição do presidente em julho e em dezembro, permitindo aolíder do país que realize mudanças no gabinete de governoquando as considerar necessárias. Desde julho do ano passado, o gabinete ministerial tevemudanças nas pastas de Interior e Agricultura.As novas mudanças no gabinete acontecem enquanto Garciaregistra uma aprovação de 33 por cento, impulsionada pelarecente elaboração de uma tratado de livre-comércio com osEstados Unidos, segundo pesquisa publicada no domingo pelaempresa Ipsos Apoyo. Del Castillo pediu desculpas às pessoas que se sentiramofendidas com as declarações dele. Parlamentares da oposiçãocriticaram duramente o premiê e ameaçaram apresentar umaacusação formal contra ele. (Reportagem de María Luisa Palomino; colaborou TeresaCéspedes)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.