Governo colombiano diz que Farc bombardearam oleoduto

Rebeldes das Forças ArmadasRevolucionárias da Colômbia (Farc) bombardearam um oleoduto nosudoeste do país, disse o governo colombiano na quarta-feira,numa possível represália à morte de um dos líderes da guerrilhano fim de semana. O conserto do oleoduto Trasandino, com capacidade paratransportar cerca de 100.000 barris por dia na província dePutumayo, vai demorar cerca de três dias, segundo ovice-ministro da Energia, Manuel Maiguashca. O oleoduto, operado pela companhia estatal Ecopetrol, levapetróleo para o porto de Tumaco, no oceano Pacífico. Autoridades disseram que a responsabilidade pelo ataque édas Farc, cujo alto dirigente Raúl Reyes foi morto no sábadopelas forças colombianas em ataque no território do Equador. A operação militar em solo vizinho provocou uma disputadiplomática entre os dois países e a Venezuela, que defende oEquador. (Reportagem de Hugh Bronstein)

REUTERS

06 de março de 2008 | 08h36

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAOLEODUTOFARC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.