Governo uruguaio anuncia abertura ponte fronteiriça no Natal

A passagem de veículos pela ponte se encontra bloqueada desde o dia 20 de novembro de 2006 do lado argentino por manifestantes que se opõem a uma papeleira que começou a funcionar em território uruguaio

EFE

21 de dezembro de 2007 | 00h39

O Governo uruguaio anunciou nesta quinta-feira a interrupção temporária do fechamento da ponte Geral San Martín, que une as cidades de Fray Bentos (Uruguai) e Gualeguaychú (Argentina), durante as festas do Natal e Ano Novo. A passagem de veículos pela ponte se encontra bloqueada desde o dia 20 de novembro de 2006 do lado argentino por manifestantes que se opõem a uma papeleira que começou a funcionar em território uruguaio, nas margens do rio Uruguai, em novembro. O Ministério da Defesa do Uruguai informou em comunicado que por resolução do presidente Tabaré Vázquez essas medidas de fechamento serão suspensas desde 0h do dia 23 de dezembro até 2 de janeiro de 2008. Segundo informou o Governo uruguaio, finalizado o período se procederá a avaliar os resultados das medidas adotadas e se estabelecerão novas disposições ao respeito. Susana Padín, secretária da Assembléia Ambiental da cidade argentina de Gualeguaychú, disse que o movimento contra a fábrica de celulose construída pela empresa finlandesa Botnia no Uruguai não resolveu suspender seu bloqueio "nem remotamente".

Tudo o que sabemos sobre:
ponte Geral San Martín

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.