Grupo do Rio rejeita, mas não condena, invasão colombiana

A resolução dos presidenteslatino-americanos do Grupo do Rio rejeitou na sexta-feira aincursão da Colômbia no Equador, que resultou na morte de umlíder guerrilheiro das Farc, mas não a condenou como exigia opresidente do segundo país. A declaração, lida pelo presidente da República Dominicana,Leonel Fernández, respalda a recente resolução da Organizaçãodos Estados Americanos (OEA) sobre a crise andina, que nãosatisfez as exigências de Quito, que buscava uma contundentecondenação diplomática. (Reportagem de Enrique Andrés Pretel)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.