Grupo venezuelano destrói monumento recém-inaugurado a Che

Um grupo venezuelano destruiu ummonumento de vidro dedicado a Che Guevara e construído pelogoverno do presidente Hugo Chávez, disse um prefeito àtelevisão estatal nesta sexta-feira. Jesus Espinoza, prefeito em uma cidade no montanhoso Estadode Mérida, afirmou que "na noite de quarta-feira (um grupo) defora da cidade destruiu sem dó um monumento para Che Guevara." A mídia local informou que um grupo que se identifica comoComando Patriótico do Páramo assumiu responsabilidade pordestruir o monumento de 2,4 metros dedicado ao argentino que setornou ícone da revolução cubana, em 1959. "Não queremos um monumento do Che, ele não é um exemplopara os nossos filhos", afirma o grupo em uma nota deixada nolocal do monumento, estilhaçado por seis tiros, segundo ojornal El Universal. Líderes do governo e o enviado cubano à Venezuela tinhamerguido o monumento fora da cidade montanhosa de Mérida em 8 deoutubro, data em que se celebra a morte de Che. Chávez, líder esquerdista latino-americano, visitou Cuba nasemana passada para comemorar o 40o aniversário da morte deGuevara na Bolívia e ampliar a cooperação com a ilhacomunista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.