Guerrilha colombiana ELN diz ter sequestrado dois estrangeiros

A segunda maior guerrilha da Colômbia anunciou nesta segunda-feira que sequestrou dois homens, supostamente de nacionalidade alemã, no segundo caso de sequestro de cidadãos estrangeiros cometido pelo grupo rebelde no país sul-americano em menos de três semanas.

Reuters

04 de fevereiro de 2013 | 18h42

O Exército de Libertação Nacional da Colômbia (ELN) considerou os capturados como agentes de inteligência retidos na região de Catatumbo, uma zona de selva fronteiriça com a Venezuela.

"Durantes essas semanas em que estão retidos eles não puderam justificar sua presença em dito território, por tal razão que são considerados, até o momento, agentes de inteligência e continuarão sendo investigados", garantiu o ELN em comunicado publicado na Internet.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAELNSEQUESTRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.