Helicóptero mexicano dispara na fronteira com Arizona, dizem EUA

Autoridades dos Estados Unidos estão investigando dois disparos feitos por um helicóptero das forças de segurança do México ao cruzar a fronteira com o Arizona, embora não haja relatos de feridos ou danos a propriedades norte-americanas, informou a Patrulha de Fronteira nesta sexta-feira.

DAVID SCHWARTZ, REUTERS

27 de junho de 2014 | 18h11

A Agência de Fiscalização de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA declarou em um comunicado que o incidente ocorreu no início da quinta-feira na reserva nacional indígena de Tohono O'odham, no sul do Arizona.

“Um helicóptero das forças de segurança mexicanas penetrou aproximadamente 100 metros no norte do Arizona, cerca de 13 quilômetros a sudoeste do vilarejo de San Miguel”, disseram autoridades de fronteira dos EUA em Tucson. “O incidente está sendo investigado no momento”.

Um porta-voz do promotoria federal do México declarou que o incidente “aparentemente envolveu um helicóptero do Exército”, mas não deu mais detalhes. Autoridades do Exército mexicano não foram encontradas de imediato para comentar o assunto.

A fronteira sul dos EUA é cenário frequente de operações das forças de segurança mexicanas para deter cartéis de tráfico de droga e "coiotes", indivíduos que ajudam a atravessar imigrantes ilegais.

(Reportagem adicional de Lizbeth Diaz, na Cidade do México; e de Marty Graham, em San Diego)

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICOEUAHELICOPTERO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.