Helicópteros brasileiros partem para resgate de dois reféns das Farc

Pablo Emilio Moncayo e Josué Daniel Calvo estão em poder da guerrilha há mais de dez anos

Efe

27 de março de 2010 | 10h42

BRASÍLIA - Helicópteros do Exército partiram neste sábado, 27, de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, para território colombiano como parte da missão humanitária que espera resgatar dois reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), confirmou à Agência Efe a Cruz Vermelha Internacional.

 

Os aparelhos, dois Cougar com dez tripulantes cada, saíram da cidade amazônica, na fronteira com a Colômbia, pouco depois das 9h20 (Brasília) rumo a Villavicencio.

 

Os helicópteros e os tripulantes estão identificados com o emblema do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), organismo que coordena a missão humanitária.

 

Antes da chegada ao ponto de resgate, os helicópteros farão uma escala técnica em algum lugar da selva para reabastecer.

 

O objetivo da missão é receber o sargento do Exército colombiano Pablo Emilio Moncayo, em poder das Farc há 12 anos, e o soldado Josué Daniel Calvo, refém há 11 meses e que aparentemente está doente.

 

A guerrilha também tinha se comprometido a entregar o corpo do major da Polícia Julián Guevara, morto em cativeiro em 2006, mas ontem confirmou que isso não será possível.

Tudo o que sabemos sobre:
FarcColômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.