Homem mais pesado do mundo se casa com ajuda de guincho

Mexicano que chegou a pesar 560 kg é transportado de caminhão em sua cama até a cerimônia em Monterrey

Associated Press e Reuters,

27 de outubro de 2008 | 08h11

O mexicano Manuel Uribe, considerado o homem mais pesado do mundo, se casou no domingo, 26, na cidade de Monterrey. O homem que não deixa sua cama há seis anos oficializou a união com sua noiva, Claudia Solís, em uma cerimônia civil para mais de 400 convidados. Esta é a terceira vez que ele sai de casa.   Foto: AP   Usando uma camisa de seda branca com um lençol cobrindo suas pernas, Uribe foi transportado transportado em sua cama especial por um caminhão. Duas viaturas policiais foram responsáveis pela escolta. O casamento, o qual a maioria da imprensa não teve acesso, será mostrado em um documentário do canal Discovery sobre o ex-mecânico de 43 anos.   Foto: AP   "Tenho uma esposa e formaremos uma nova família e viveremos uma vida feliz" disse Uribe aos repórteres antes da cerimônia, enquanto era transportado pelas ruas de Monterrey.   Foto: AP   Uribe já chegou a ter 560 quilos, depois de passar a década de 1990 comendo pizzas e hambúrgueres nos Estados Unidos, onde trabalhava na manutenção de computadores. Depois, ele voltou para o México e exagerou no consumo de tacos gordurosos. Desempregado e abandonado por sua primeira mulher, a saúde de Uribe piorou. Ele então pediu ajuda na televisão mexicana, despertando amplo interesse dos telespectadores.   Uribe, cuidado por sua mãe Otilia, recusou as ofertas de cirurgias de marca-passo gástrico na Itália, mas aceitou ajuda médica gratuita do médico norte-americano Barry Sears. Ele perdeu peso com a dieta das zonas, que é rica em proteínas e pobre em carboidratos. Ele tem agora 326kg - o equivalente a três homens robustos - mas ainda não consegue mover suas pernas inchadas. Para sobreviver, Uribe depende da pequena loja de roupas da família e da generosidade de amigos.

Tudo o que sabemos sobre:
México

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.