Reuters
Reuters

Hugo Chávez anuncia novas medidas econômicas no sábado

Presidente venezuelano assegura que queda no preço do petróleo não afetará programas sociais

Reuters,

20 de março de 2009 | 18h00

O presidente venezuelano Hugo Chávez anunciará neste sábado, 21, uma série de medidas econômicas para enfrentar a queda no preço do petróleo e o impacto da crise global, anunciou nesta sexta o chefe de Estado. Ele se negou a dar pistas sobre as ações que seu governo tomará, mas prometeu que os programas sociais - base de sua popularidade - não serão afetados, e que manterá os investimentos em habitação, infraestrutura e emprego.

 

Veja também:

linkAssembleia discute lei para controlar governadores

som Podcast: Enviada fala sobre pedido de prisão de rival de Chávez

 

"Este é um governo socialista, obreiro e popular, e nosso compromisso, como eu digo, é com o povo", afirmou Chávez durante reunião com o conselho de ministros, transmitida na televisão estatal. "Por mais dura que seja essa crise, aqui está o governo para defender o povo venezuelano, não para defender os interesses da burguesia", acrescentou.

 

Economistas dizem que Chávez deveria depreciar a moeda local, o bolivar, para conter a queda drástica no preço do óleo. As autoridades Venezuelas reiteraram que essa medida não está prevista à curto prazo, devido ao impacto que teria na inflação, que no ano passado superou 30% e tornou-se a mais alta da região.

 

Na semana passada, Chávez se queixou que os subsídios à água, eletricidade e gasolina - uma das mais baratas do mundo - beneficiavam injustamente os ricos, e revelou que estava analisando esses elementos. Além disso, analistas creem que o presidente esquerdista pode aumentar os impostos, rever as importações e reduzir os gastos com programas de cooperação internacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Hugo ChávezVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.