Hugo Chávez anuncia novo embaixador em Washington

Ex-chanceler Roy Chaderton será o nome proposto para iniciar uma 'nova era' nas relações com os EUA

AP,

18 de abril de 2009 | 21h04

O presidente da Venezuela Hugo Chávez disse que o ex-chanceler Roy Chaderton será proposto como novo embaixador da Venezuela na Casa Branca com o objetivo de iniciar uma "nova era" nas relações entre os dois países, que não tem embaixadores há sete meses. Não houve uma reação imediata da delegação norte-americana.

 

Chávez falou aos jornalistas durante a 5.ª Cúpula das Américas, em Trinidad e Tobago, em meio à reunião da Unasul (União das Nações Sul-Americana), após um dia de conversas com Hillary Clinton e outros diplomatas norte-americanos.

 

O embaixador venezuelano Bernardo Alvarez saiu de Washington em setembro a pedido do então presidente George W. Bush, em represália pela decisão de Chávez de expulsar de Caracas o embaixador norte-americano Patrick Duddy.

 

Chávez expulsou o embaixador norte-americano de seu país em solidariedade ao presidente Evo Morales, da Bolívia. Morales, por sua vez, expulsou o embaixador Philip Goldberg de seu país, alegando que ele estava interferindo em assuntos internos da Bolívia e ajudava a oposição a incitar a violência.

 

Em clima de conciliação, Chávez deu a Obama o livro Veias Abertas da América Latina, do uruguaio Eduardo Galeano e repetiu neste sábado, em inglês, o que disse a Obama na noite anterior durante o primeiro encontro dos dois: "eu quero ser seu amigo".

Tudo o que sabemos sobre:
Hugo Chávezembaixador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.