Palacio de Miraflores/AP
Palacio de Miraflores/AP

Hugo Chávez cancela viagens a Brasil e Argentina

Presidente venezuelano vai ficar em seu país para 'monitorar problemas causados pela chuva'

Reuters

09 de dezembro de 2011 | 18h04

SÃO PAULO - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, cancelou uma viagem a Argentina e Brasil, onde encontraria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informou nesta sexta-feira, 9, o Instituto Cidadania, idealizado por Lula. O cancelamento significa que Chávez abortou sua primeira viagem oficial ao exterior desde que declarou estar curado de um câncer diagnosticado este ano.

A viagem havia sido anunciada pelo próprio Chávez, que se submeteu a tratamento para um câncer na "região pélvica" que colocou em dúvida seu futuro político e a ambição de buscar mais uma reeleição em 2012.

Chávez, de 57 anos, tinha previsto participar no sábado da cerimônia de posse da presidente argentina reeleita, Cristina Kirchner, em Buenos Aires, e faria uma escala em São Paulo no domingo para encontrar-se com Lula, que também está passando por tratamento para um câncer.

"O encontro de domingo entre o presidente da República Bolivariana da Venezuela, Hugo Chávez, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi cancelado", disse o Instituto Cidadania em comunicado.

A organização do ex-presidente brasileiro informou que Chávez suspendeu a viagem aos dois países "para monitorar os problemas causados pelas fortes chuvas" na Venezuela. Oito Estados venezuelanos foram declarados em estado de emergência devido às chuvas torrenciais que afetaram milhares de pessoas no país.

Chávez foi operado de emergência em junho em Cuba, onde os médicos extraíram um tumor do tamanho de uma bola de beisebol. Desde então suas únicas viagens ao exterior foram a Havana para realizar quimioterapia e consultas médicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.