Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Hugo Chávez nega inimizade com Raúl Castro

Ex-chanceler mexicano afirmou que venezuelno poderia participar de conspiração contra governo de Raúl

Efe,

22 de março de 2009 | 00h47

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, negou no sábado, 21, que tenha alguma inimizade com seu colega cubano, Raúl Castro, afirmando que, pelo contrário, seus laços com ele aumentam gradativamente.

 

linkChávez anuncia redução de 6,7% no orçamento deste ano

linkChávez ocupa portos e aeroportos em Estados opositores

 

"Eu me tornei amigo de Raúl Castro, que antes quase não conhecia", disse durante discurso em rede nacional obrigatória de TV, após falar que "por aí há uma campanhazinha dizendo que Raúl e eu estamos brigados".

 

Ele referiu-se ao ex-chanceler mexicano Jorge Castañeda, que em artigo publicado esta semana por diversos jornais venezuelanos sugeriu que a destituição de Carlos Lage e Felipe Pérez Roque dos cargos de vice-presidente e ministro de Relações Exteriores de Cuba, respectivamente, seria uma conspiração contra Raúl Castro com participação de Chávez.

 

O irmão de Fidel Castro "é um homem muito sensível", disse Chávez, chamando-o de "pai".

 

Raúl Castro fez à Venezuela sua primeira viagem ao exterior desde que assumiu o comando, em retribuição às muitas visitas de Chávez à ilha.

Tudo o que sabemos sobre:
Raúl CastroHugo ChávezCubaVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.