Reprodução/ NOAA
Reprodução/ NOAA

Ida chega à Nicarágua como furacão de categoria 1

Com ventos de 120 km/h, fenômeno deve perder força após atingir terra e seguir rumo a Honduras

Efe e Associated Press,

05 Novembro 2009 | 13h52

O olho do furacão Ida, com ventos máximos de 120 km/h, atingiu terra no centro da costa leste da Nicarágua, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês) dos Estados Unidos nesta quinta-feira, 5.

 

Os meteorologistas do NHC, com sede em Miami, disseram que o olho de Ida estava, às 13h de Brasília, cerca de 125 quilômetros ao norte de Bluefields e 105 quilômetros ao su-sudoeste de Puerto Cabezas. Há um alerta de furacão em vigor para o litoral da Nicarágua até a fronteira com Honduras.

 

O furacão se desloca para noroeste a 9 km/h e a previsão é de que o fenômeno dê um giro para nor-noroeste na tarde desta quinta, com uma mudança de trajetória para o norte na sexta-feira. Segundo as previsões do NHC, "o centro de 'Ida' se movimentará pelo leste da Nicarágua e Honduras durante as próximas 48 horas".

 

Ida é um furacão de categoria um na escala de intensidade de Saffir-Simpson, de um máximo de cinco, e os meteorologistas esperam que se desloque para o interior da Nicarágua, perca força e se transforme em "tempestade tropical à tarde". Também está ativo um aviso de vigilância de furacão (passagem do sistema em 36 horas) para a costa leste da Nicarágua até a fronteira com Honduras.

 

Ainda como tempestade, Ida arrancou árvores pela raiz, interrompeu os serviços de energia elétrica e telefonia e forçou a retirada de mais de 2.000 pessoas de lugares ameaçados, entre eles a Ilha do Milho, uma popular estância turística nicaraguense. Não há informações referentes a vítimas.

Mais conteúdo sobre:
Nicarágua Ida

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.