Incêndio em floresta chilena destrói fábrica de painéis

Um incêndio florestal no centro-sul do Chile engolfou e destruiu nesta segunda-feira uma das quatro fábricas de painéis de madeira da gigante de celulose Arauco, disse a empresa, mas nenhuma de suas unidades de polpa de celulose foram afetadas.

REUTERS

02 de janeiro de 2012 | 11h39

A Arauco, o braço florestal do conglomerado industrial chileno Copec, é uma das cinco maiores exportadores de polpa de madeira do mundo e produtora líder no mercado mundial de painéis.

Um porta-voz da empresa disse que o fogo havia destruído a fábrica de painéis da Arauco no setor de Nueva Aldea da região Bio Bio.

A agência estatal de emergência chilena Onemi informou que o incêndio na região de florestas Bio Bio havia queimado 10.000 hectares e dezenas de casas. Uma pessoa morreu e centenas de turistas e moradores tiveram de ser removidas da área.

Os bombeiros também lutavam para apagar outro incêndio mais ao sul, no parque nacional Torres del Paine, que já havia queimado cerca de 12.795 hectares de floresta virgem. As autoridades fecharam o parque e disseram que o fogo pode ter sido iniciado por um turista.

(Reportagem de Felipe Iturrieta)

Tudo o que sabemos sobre:
CHILEFOGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.