Incêndio em prisão na Colômbia mata 9

Fogo foi controlado pela manhã; detidos queimaram colchões

O Estado de S. Paulo,

28 de janeiro de 2014 | 11h24

Um incêndio que começou na segunda-feira, 27, numa prisão no norte da Colômbia, depois de uma inspeção de rotina por armas e drogas e de uma briga entre presos, matou pelos menos nove pessoas e deixou 42 feridos, relatou a imprensa local.

A superlotada prisão Modelo fica em Barranquilla. O incêndio foi controlado no início desta terça. Quatro das vítimas morreram no hospital.

O incêndio começou com presos colocando fogo nos seus colchões, quando os guardas lançavam gás lacrimogêneo numa tentativa de parar com uma briga, disse a rádio RCN.

As autoridades do presídio haviam apreendido drogas, facas e celulares num dia de inspeção, irritando os presos e provocando o conflito entre grupos.  / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.