Ingrid Betancourt pede desmobilização das Farc

Ex-refém gravou mensagens, que serão transmitidas no departamento de Guaviare, para campanha do governo

Efe,

08 de julho de 2008 | 00h54

A ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt gravou várias mensagens de rádio que serão transmitidas por emissoras e megafones nas selvas do sul colombiano. Nestas mensagens, a ex-refém pede que os rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) abandonem as armas, informaram nesta segunda-feira, 7, fontes oficiais. Veja também:Ameaçado ex-refém das Farc pensa em deixar a ColômbiaColômbia nega usar europeus para desviar atenção das Farc Uribe ganha apoio para 3º mandato  O drama de IngridPor dentro das Farc Histórico dos conflitos armados na região   Cronologia do seqüestro de Ingrid BetancourtLeia tudo o que foi publicado sobre o caso Ingrid BetancourtO seqüestro de Ingrid Betancourt  Antes de viajar à França, Betancourt gravou as mensagens que serão transmitidas de maneira contínua no departamento de Guaviare, onde foi ela foi resgatada, e em outras regiões do país. As mensagens fazem parte de uma intensa campanha criada pelo Governo colombiano em 2002 para que guerrilheiros se desmobilizem. Até o momento, mais de 10 mil rebeldes abandonaram as armas. Betancourt foi resgatada na quarta-feira passada pelo Exército da Colômbia junto com outros 14 reféns (três americanos e onze policiais e militares).

Tudo o que sabemos sobre:
FarcColômbiaIngrid Betancourt

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.