Leonardo Muñoz/Efe
Leonardo Muñoz/Efe

Ingrid Betancourt retira pedido de indenização contra a Colômbia

Ex-prisioneira das Farc havia solicitado uma compensação de US$ 6,8 milhões do governo

Efe

13 de julho de 2010 | 15h59

BOGOTÁ - A ex-refém Ingrid Betancourt retirou a ação de conciliação na qual pedia uma indenização milionária ao Estado colombiano pelos prejuízos causados durante os mais de seis anos que foi mantida sequestrada pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informou nesta terça-feira, 13, a Procuradoria colombiana.

 

Após a inundação de críticas recebidas, os advogados de Betancourt e de sua família se apresentaram na Procuradoria para anunciar que a ex-candidata presidencial "desistiu" da ação na qual reivindicava ao Estado mais de US$ 6,8 milhões.

 

O procurador responsável do caso, Gabriel Herrera Vergara, "deu por terminados os trâmites conciliatórios" a pedido de Betancourt, de nacionalidade francocolombiana, e sua família, explicou o procurador para a Conciliação Administrativa, Isnardo Jaimes.

 

No dia 30 de junho Betancourt e sua família tinham apresentado duas ações de conciliação contra o Ministério da Defesa para exigir o pagamento de 13 bilhões de pesos (US$ 6,84 milhões), pelos prejuízos ocasionados durante os mais de seis anos que permaneceu sequestrada pelas Farc.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.