Ingrid fala sobre Lizcano; França acolherá membro das Farc

Ex-candidata presidencial colombiana parabeniza Álvaro Uribe, que informa sobre destino de guerrilheiro

EFE,

26 de outubro de 2008 | 18h17

A ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt agradeceu hoje a Deus pelo "milagre" ocorrido neste domingo, 26, com o resgate do político Óscar Tulio Lizcano, e pediu às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para libertarem todos os reféns em seu poder.   Veja também:   Colômbia resgata político sequestrado pelas Farc há 8 anos O drama de Ingrid  Por dentro das Farc  Histórico dos conflitos armados na região        Em entrevista à rádio Caracol na Áustria, Betancourt, liberada pelo Exército colombiano em 2 de julho na Operação Xeque, felicitou o presidente colombiano, Álvaro Uribe, pelo resgate, da mesma forma que as forças militares da Colômbia.   Uribe, por sua vez, anunciou que a França acolherá o guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que escapou com o ex-congressista Óscar Tulio Lizcano, que foi resgatado pelo Exército após oito anos em poder da guerrilha.   "Isaza", o guerrilheiro que vigiou Lizcano nos últimos meses, receberá também uma recompensa do Governo colombiano por abandonar as Farc e facilitar a liberdade do ex-congressista.   Uribe enviou uma mensagem à nação na qual, além disso, fez um apelo a todos os guerrilheiros para que se reinsiram na sociedade, abandonem as armas e entreguem os reféns.   Momento histórico   A ex-refém Ingrid Betancourt afirmou que se sente "libertada outra vez, majoritariamente com a libertação de Óscar Tulio".   "Espero que Deus me dê a possibilidade muito rapidamente de abraçá-lo", acrescentou.   "Deus está conosco, Deus está produzindo estes eventos extraordinários que estão ocorrendo uns após os outros. Em breve, vai chegar a liberdade de cada um dos que estão na floresta", disse a ex-candidata presidencial, em uma expressão de ânimo aos demais seqüestrados.   Ela pediu que a guerrilha "mude de atitude e retifique e nos dê a possibilidade, com todos os seqüestrados, para iniciarmos um processo de paz, que é o que todos desejamos".   Ingrid destacou também que "todo mundo está com a atenção voltada" para as Farc, pois "é o momento de elas libertarem os demais seqüestrados, de darem sinais, de entenderem a mensagem do mundo e também de entenderem o momento histórico que estão vivendo".   O ex-congressista Óscar Tulio Lizcano foi resgatado hoje pelo Exército colombiano em uma área florestal no noroeste da Colômbia, após ficar seqüestrado mais de oito anos em poder das Farc.

Tudo o que sabemos sobre:
FarcColômbiaÓscar Tulio Lizcano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.