Intenso nevoeiro gera caos no transporte de Buenos Aires

Mau tempo na capital argentina fechou estradas, provocou atrasos nos vôos e mesmo nas viagens de ônibus

EFE

28 de junho de 2008 | 14h54

Um intenso nevoeiro causou um verdadeiro caos no sistema de transporte, do Aeroporto de Buenos Aires, neste sábado. O mau tempo fechou estradas, provocou atrasos nos vôos e até o cancelamento na saída de cerca de 100 ônibus, conforme informaram fontes do governo. Algumas rotas que levam a diferentes pontos do interior da Argentina foram fechadas esta manhã, enquanto o espaço aéreo portenho, destinado a vôos nacionais, operava com aproximadamente três horas de atraso em virtude da pouca visibilidade.  Além disso, dois vôos da Aerolíneas Argentinas foram cancelados. Os atrasos fizeram com que passageiros ficassem retidos no terminal aéreo. Dentre as pessoas na fila de espera estavam o compositor argentino Gustavo Santaolalla e os jogadores Martín Palermo, Andrés D'Alessandro e o uruguaio Sebastián Abreu. Cerca de 100 ônibus foram impedidos de sair do terminal de ônibus de Retirada, o principal da Argentina, devido às condições meteorológicas. A visibilidade em algumas áreas da capital argentina era menor a 400 metros de altura por causa do nevoeiro, que afetou a cidade durante toda esta semana. 

Mais conteúdo sobre:
nevoeiroArgentinaBuenos Aires

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.