Já são 45 os corpos achados em casas na fronteira México-EUA

Ossadas foram encontradas em Ciudad Juárez, base de um dos cartéis criminosos mais ativos do país

EFE

16 de março de 2008 | 04h30

A Procuradoria Geral do México informou neste domingo que já são 45 os corpos encontrados nos últimos dias em várias fossas clandestinas descobertas em duas casas de Ciudad Juárez (norte), na fronteira com os Estados Unidos. No total foram achados 36 cadáveres em uma casa situada na rua Pedregal, na qual foram concluídos os trabalhos de escavação, que se somam às nove encontradas em um imóvel da rua Cocoyoc, ressaltou a Promotoria. "O achado das 36 ossadas em 16 fossas derivou de uma denúncia anônima indicando que existiam fossas com cadáveres de pessoas assassinadas por membros do cartel dos Carrillo Fuentes", disse a Procuradoria em um comunicado. A cidade serve como base do cartel de Juárez, um dos mais ativos do México, que disputa o controle da região com o Cartel de Sinaloa. Ciudad Juárez é também conhecida mundialmente pela morte violenta de cerca de quinhentas mulheres desde 1993, a maioria em casos que não foram resolvidos.

Tudo o que sabemos sobre:
MéxicoEUACarrillo Fuentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.