André Dusek/AE
André Dusek/AE

Jobim descarta chance de achar desaparecidos vivos no Haiti

'Desaparecido é termo técnico para corpos não encontrados', afirmou ministr em entrevista no Rio de Janeiro

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

15 de janeiro de 2010 | 16h51

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse hoje que não há esperança de encontrar com vida os cinco brasileiros ainda desaparecidos - quatro militares e um civil - em consequência do terremoto no Haiti. "Desaparecido é o termo técnico para corpos não encontrados", afirmou o ministro em entrevista no Aeroporto Internacional do Galeão.

Veja também:

link Amigos e familiares se despedem de Zilda Arns

linkFoi o pior dia da minha vida, diz cabo

linkBrasil deve liderar reconstrução, diz Gilberto Carvalho

linkLevará tempo para normalizar ajuda, diz Obama

linkCaos logístico prejudica ajuda a haitianos

linkResgate corre contra tempo para salvar feridos

linkDemora em ajuda leva a temor de revolta violenta

Jobim informou que o Brasil enviará armas não letais, principalmente as que permitem uso de balas de borracha, para ajudar no controle da violência na capital, Porto Príncipe.

Segundo o ministro, existe o risco de a situação se agravar, à medida em que o tempo passa, por causa do mau cheiro que se espalha pela cidade, da fome, da sede, e do desespero dos haitianos que perderam parentes na tragédia.

Outra informação do ministro é a de que serão providenciados enterros coletivos e que haverá solenidades com autoridades religiosas católicas, evangélicas e do vodu, religião praticada no País.

O ministro disse que amanhã fará uma visita ao centro de instrução de operações de paz, na Vila Militar, onde são treinados militares que participam das missões no Haiti e em outros países.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.